sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

A CABANA - UM ENCONTRO SURPREENDENTE


Existem duas atividades que adoro fazer: ler e escrever! – Verdade que em ambos os casos, existem períodos em que pratico muito pouco.

Na maioria das vezes em razão do trabalho e da falta de tempo.

Noutras ocasiões, isto acontece porque preciso realmente “dar um tempo” para processar as informações e abrir espaços para que o novo apareça e chegue da melhor maneira esperada. Geralmente, tanto os livros como os escritos acontecem motivados pela inspiração, pela motivação ou por simples acaso, como aconteceu com a minha leitura mais recente: A Cabana,
Decorria o final de outubro de 2008 e a necessidade de ler um livro batia às portas do meu ser. Confesso que esmiuçei páginas da internet especializadas em livros e até folders promocionais de algumas livrarias. Titulos para todos os gostos passarem diante dos meus olhos e ainda assim, não fiz nenhuma escolha. Deixei o tempo fluir e no ínicio de uma noite em novembro, ao passear pelo interior de um hipermercado deparei com alguns livros lá expostos para venda. Poucos títulos, porém muito sugestivos. De cara me atraiu a obra em questão. Uma olhada na capa e na contra-capa foi o suficiente para fazer a escolha e depois, pedir de presente o livro no Natal.
A Cabana, de William P. Young não é uma obra de auto-ajuda, pelo contrário – trata-se de um romance que abre os portais da nossa alma e do nosso coração para um encontro surpreendente com alguém muito especial. A história nos transporta pela aventura de vida de Mack, um homem atormentado pela perda irreparável de sua filha mais nova que durante um passeio foi sequestrada e supostamente assassinada. As evidências do crime são encontradas numa velha cabana onde, anos mais tarde, Mack retorna atendendo um estranho convite e, ainda que perante o cenário horrendo que marcara sua vida, o que lá encontra muda o seu destino para sempre.
Em um mundo tão cruel e injusto, a Cabana faz questionamentos a respeito dos poderes de Deus e dos porquês que ele nada faz para amenizar nossos sofrimentos.
As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem também transformar a sua vida. Uma leitura em forma de oração pela qual eu convido você a fazer e a indicar depois, a outras pessoas do seu convívio.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

CAFÉ PODE CAUSAR ALUCINAÇÕES

Neste exato momento o teclado do meu computador se transformou num daqueles antigos teclados de máquina de escrever, com aquele barulho infernal. Já estou até vendo a fita enroscar e daqui a pouco, ficar com os dedos manchados em vermelho e preto com alguns retoques na cara, tipo torcedor fanático do flamengo ou de qualquer outro rubro-negro. Não meus amigos; não é alucinação e nem loucura propriamente dita. Acabo de ir à cozinha para tomar um cafezinho e a térmica simplesmente fez aquele barulhinho decepcionante: “scruuuch!” – É isto mesmo! Acabou o café e assim, acabei ficando meio alucinado. Pior que isto foi colocar a chaleira para esquentar água e o inesperado aconteceu: acabou o gás! E são agora meia noite e meia passada. Café, portanto, só amanhã de manhã depois que o entregador de gás vier me socorrer. Tudo bem, vou me contentar por aqui cantando um pedacinho daquela música famosa do Roberto Carlos: “Amanhã de manhã/vou pedir um café pra nós dois/...”

Ilusão ou alucinação o fato é que os pesquisadores acabaram de fazer uma incrível descoberta: beber grandes quantidades de café causa mesmo alucinações como as que acabei de narrar entre outras. Pelo que li no artigo, se a gente beber mais de sete xícaras de café instantâneo, fica instantaneamente alucinado por mais uma xícara de café, é claro.
Sei não; mas tal pesquisa me leva a crer que tudo não passa de um mal entendido, de uma intriga da oposição inglesa, já que foram pesquisadores ingleses que na falta de coisa melhor para descobrir, ficaram estudando as propriedades do café. Como por lá o negócio é um bom chá, me parece que tal pesquisa surgiu com a intensão única de promover a tradicional bebida inglesa. Dessa maneira, “abaixo o chá” e viva o café, companheiro inseparável de nossas horas vazias ou completamente cheias “de fazer nada” enquanto se conta boas piadas entre os colegas de trabalho.
Vai um cafezinho
ai?

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

YAKISOBA A LA BEE GEES

A criatividade do brasileiro é incrível mesmo. Existem muitos vídeos lá no Youtube para todos os gostos, mas este em especial ficou show de bola. A receita de Yakisoba a la Bee Gees já está batendo recordes de visitações. Vale a pena confe-Rir!!!!


video

Sorriso Brasil corrige lábio-leporino


Se você conhece crianças que tenham sequelas como lábio-leporino e fenda palatina e suas famílias não dispõe de recursos financeiros para uma cirurgia, é importante anotar o endereço eletrônico que vamos assinalar no final dessa nota bem como o número de telefone da “Operação Sorriso Brasil”, que é uma Ong criada com a missão de reparar deformidades faciais em crianças e jovens através da criação de uma ponte entre a ajuda humanitária voluntária e o patrocício de indivíduos e empresas socialmente responsáveis buscando ampliar a auto-suficiência no tratamento do lábio leporino e da fenda palatina nas diversas regiões do país.
As cirurgias são gratuítas e existe todo um processo de preparação e orientação ao paciente e aos pais. Para saber mais mais e inclusive ajudar com doações, visite o portal :
www.operacaosorriso.org.br ou ligue para (21) 2562-2822 c/ Patrick Diener ou (11) 3443-1709 c/Operação Sorriso Brasil.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

O CARRO DO ANO EM 2030


Pessoar! Num é qui isto aqui virou uma cachorrada? Pois é... Num repente a gente se viu diante de um montão de guapecas curtindo a praia, enchendo a cara e jogando futebol. Ora bolas! Chega da cachorrada...

Vamos partir agora rumo ao futuro não tão distante!...

Segundo li certa vez, alguém um dia perguntou a Albert Eistein como seria a Terceira Guerra Mundial - no que ele tranquilamente respondeu dizendo:

-A terceira eu não sei! Mas a quarta será com paus e pedras!...

Então; observando o planeta em nossos dias me ocorreu algo realmente assustador: Em poucos anos, vamos ter ainda mais automóveis circulando e o drama será o combustível para suprir tamanha demanda. Considerando que o petróleo não é eterno e que os biocombustíveis não vão poder atender a todas as necessidades, teremos um planeta coberto por sucatas de automóveis. Podem apostar nisso!

Verdade que para o futuro, já estudam a possibilidade dos carros elétricos e/ou movidos a energia solar. Tem gente até apostando nos carros movidos a água.... sei lá!.

Diante ao exposto, ligamos a máquina do tempo e fomos até ali, em 2030 pra ver qual será o carro do ano. Não foi surpresa! Será o Mitsubixo - esse modelito que em alguns lugarejos desse Brasil sem fim já circula tranquilamente, despertando a curiosidade dos transeuntes e provando a criatividade de certos indíviduos. E o melhor de tudo é que o "possante" é movido apenas por alfafa e capim...

De tudo isso, caro leitor - conseguimos hoje deixar os cachorros de lado e dar uma força para o burrico.

Nosso acessor Nhô Benevides já está lá no fundo da redação gritando: ARRE ÉGUA!!!!

FUTEBOL BOM PRA CACHORRO


Vai começar o CÃO PEONATO !

O melhor disso tudo , e pode apostar, é o pão com bife no intervalo das partidas.

De novidades, aparentemente nos informam que os times continuam
cada um com 11 jogadores e cada
um deles doidinho pra "devorar a bola".

Meu amigo Nhô Benevides , olheiro impecável descobriu em suas andanças um atacante digno de usar a camisa 10 de qualquer time que esteja a fim de "papar" o "cão peonato". Trata-se do atacante Boxer Bol, premiadissimo em exposições de alta linhagem e que agora mudou de palco, preferindo os campos de futebol por onde os "Quero-Queros" já tomaram posse faz tempo.

A receita desse atacante é simples: dominar a pelota e não dar chance ao adversário jamais. Em caso de perigo extremo, comer literalmente a bola é a saída perfeita.

O grande problema do nosso atacante canino é o cerco policial, que no seu caso será sempre feito por saudáveis pastores alemães ou rotweillers obcecados em dar uma boa dentada.

Em suma: o cão peonato promete ser uma cachorrada e a federação canina de futebol já avisa antecipadamente que só podem jogar nas equipes cães devidamente registrados e de porte de seus pedigrees. E será multado aquele que porventura venha satisfazer seu ego dizendo que se acha um gato. É o fim! Mas é assim o futebol bom pra cachorro que disputa mais uma vez o osso de ouro , num patrocínio da Casa de Carnes Boi Bumbá - o único lugar onde a carne não é fraca!

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

O CACHORRO BÊBADO E O HOMEM EMPANADO


Alguém disse um dia que “o melhor amigo do homem é o Wisky”. Assim, o cachorro ficou em segundo plano. Se bem que muitos camaradas gostariam de bebiricar em parceria com o seu cachorro e olha que existem cães tão jaguaras que topam beber uma cervejinha gelada. O pior é que os guapecas acabam gostando tanto que ficam viciados. Tem cachorro que só de ouvir alguém abrir uma latinha já ergue as orelhas e abana o rabo feliz da vida.
Claro que é uma judiação e muito prejudicial à saúde do animal.
Mas convenhamos; tem gente muito criativa neste mundão afora e circula pela internet esta foto do filhote de Rotweiller caído na manguaça. O triste não é a brincadeira. O triste é que a gente conhece muito marmanjo que fica bem assim, escarrapachado na areia, feito um bife empanado e totalmente cozido por dentro e frito por fora. Ah! Antes que me esqueça: O Brasil ocupa as primeiras posições no ranking de alcoolismo no mundo. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam para uma situação cada vez mais alarmante. E isto não mudou muito, nem com a chamada “lei seca” no trânsito.
Pessoal! Álcool só no tanque do carro!

CACHORROS INVADEM NOSSAS PRAIAS



Tenho absoluta certeza de que você gosta tanto de um cachorro como eu. Os cães são, sem sombra de dúvidas, os melhores amigos do homem, desde é claro, que estejam bem cuidados e saudáveis. Ainda assim; você não deve levar o seu melhor amigo à praia, literalmente nas areias a beira-mar, porque é justamente naquele cenário, onde você escolheu para curtir suas férias ou final de semana, que a presença do cachorro pode despertar inimigos indesejáveis e cruéis. Eu sei que você já levou o seu cachorro ou então, se não o levou, já viu e continua a observar muita gente levando os bichinhos para passear e brincar, coisa divertida e bem inocente. Pena que as pessoas não têm bom senso e pode apostar que a grande maioria delas sabe que, em primeiro lugar, cães na praia são proibidos por lei e que isto se deve ao fato de suas fezes disseminarem parasitas que atacam a pele humana causando uma série de problemas. Você por acaso está a fim de contrair um bichinho geográfico e começar a se coçar feito um mico?













Não pague mico! Deixe o seu cachorro em casa e vá se divertir com a família. Pense na sua saúde, na saúde dos demais freqüentadores da praia e também na saúde do seu animal de estimação. O termo bem o diz: se você o estima, cuide bem dele e evite o seu contato com as areias das praias. Isto também é um ato de cidadania e de respeito. Ajude a conscientizar outras pessoas e, em observando alguém na praia carregando o seu cachorro, tente convencer do contrário, sempre com educação, evitando atritos, até porque existem pessoas ditas de “alto nível” que sinceramente, alugam todas as suas dependências para a ignorância. Não havendo colaboração, procure uma autoridade próxima e denuncie.





As leis prevêem multas e em muitos casos, apreensão do animal.
Vamos melhorar a nossa qualidade de vida! Você merece, eu mereço e todo o mundo merece. Colaboração mútua para uma vida melhor, mais digna e muito mais saudável!